Normas sobre as Dissertações

Exame de qualificação

O exame de qualificação é obrigatório e tem por objetivo avaliar o domínio do candidato sobre o tema escolhido, bem como sua capacidade de síntese e clareza de exposição.

O orientador deverá enviar um ofício à coordenação do Curso, encaminhando o plano de Dissertação, com sugestão de data e quatro nomes para compor a banca examinadora (incluindo o próprio nome e sendo um dos outros três suplente) com antecedência mínima de 40 dias da data prevista para realização da defesa (veja regimento do curso Art. 27°)

O plano de Dissertação deverá conter basicamente os seguintes elementos:

a) Introdução;

b) Material e Métodos;

c) Resultados (preliminares) e Discussão;

d) Cronograma de execução;

e) Referências.

O exame de qualificação de Mestrado consistirá em uma apresentação pública com duração de 30 a 45 minutos, seguida de arguição pela banca examinadora.

A banca examinadora considerará o plano aprovado ou reprovado. Em ambos os casos as modificações propostas deverão ser apresentadas em um parecer no qual será encaminhado à coordenação do curso.

No caso de reprovação, o discente deverá apresentar novamente o plano reformulado no prazo máximo de 30 dias para a realização de um segundo e último exame de qualificação.

Defesa de dissertação

A Dissertação de Mestrado poderá ser elaborada pelo modo de dissertação tradicional ou agregação de artigos científicos.

A elaboração da dissertação no modo tradicional deverá seguir as Normas ABNT e de editoração adotadas pelo Curso, devendo ser redigida obrigatoriamente em língua portuguesa e conter resumos em língua portuguesa e em língua inglesa.

A elaboração da dissertação por agregação de artigos científicos deverá ser constituída por um documento que incorpore, no mínimo, dois trabalhos completos, onde pelo menos um esteja publicado e outro submetido a revistas especializadas com corpo editorial e um texto integrador (normas ABNT). Serão considerados somente os artigos científicos após o ingresso do estudante no curso de Mestrado e que sejam diretamente relacionados com o tema desenvolvido no plano de dissertação e publicado junto ao orientador. O texto integrador deverá ser redigido em língua portuguesa e abordar os objetivos, a metodologia, o estado atual do conhecimento, as conclusões gerais atingidas pela integração dos artigos e deve incluir lista de bibliografia própria.

A Dissertação de mestrado deverá ser protocolada pelo discente junto à Secretaria do Programa em sete (7) vias, sendo um (1) exemplar para a Coordenação do Programa; dois (2) para a PPG, que fará o registro e encaminhará para a Biblioteca Central da UEMA e para o cadastro nacional; um (1) para a biblioteca setorial da unidade à qual está vinculado o Curso; um (1) exemplar para cada membro da banca examinadora.

A defesa da dissertação de mestrado será requerida pelo orientador à coordenação do Curso, mediante oficio com sugestão de data e quatro nomes, de especialistas de reconhecida competência com título de doutor na área de conhecimento do Curso, para compor a banca (incluindo o próprio nome e sendo um dos outros três suplente) com antecedência mínima de 40 dias da data prevista para realização da defesa da dissertação, bem como, uma declaração do Professor/Orientador de que a dissertação está em condições de ser julgada. A banca deverá ser homologada pelo Colegiado do Curso.

Só será submetida a abanca examinadora a dissertação do discente que tiver obtido todos os créditos exigidos em disciplinas e que tenha cumprido todas as demais atividades inerentes ao Curso de Mestrado. Aprovada a Banca Examinadora, o discente encaminhará a cada examinador, exemplar da dissertação. A defesa da dissertação deverá ocorrer no mínimo em 30 (trinta) dias e no máximo 90 (noventa) dias da aprovação da banca examinadora pelo Colegiado do Programa.

A defesa da dissertação será feita em sessão pública, na qual o candidato terá 45 a 60 minutos para apresentar o trabalho, e cada examinador terá cerca de 30 minutos para análise, arguição e debate com o candidato sobre a apresentação e o tema do trabalho.

Após sua aprovação, o discente terá 60 dias, a contar da data da defesa, para entregar a versão definitiva da dissertação. Todos os concluintes devem entregar uma cópia da sua dissertação em CD ou pen drive à coordenação do curso para que a mesma seja transformada em um arquivo do tipo PDF e divulgada na rede mundial através da página do Curso, mediante autorização do discente.

As correções para a versão definitiva da dissertação são de responsabilidade do discente, devendo ter a aprovação do orientador, o qual deverá encaminhar documento à Coordenação do Curso informando que todas as alterações foram feitas conforme recomendações realizadas pela banca examinadora e aceitas como viáveis pelo orientando e orientador no momento da defesa da dissertação.

A dissertação será considerada “aprovada” ou “reprovada”, conforme decisão da maioria dos membros da banca examinadora, sendo registrado em Ata.

Em caso de reprovação pela banca examinadora poderá ou não ser concedida, por recomendação da banca, uma segunda oportunidade ao candidato que, num período máximo de seis meses, a contar da data de defesa, deverá submeter ao Colegiado a nova versão para nova defesa.

Em caso da não entrega da nova versão da Dissertação à Secretaria do Curso, no prazo estabelecido ou em caso de reprovação na segunda oportunidade dada ao candidato, o estudante será automaticamente desligado do curso.